Repositório de recursos e documentos com interesse para a Genealogia

Logo

  • Primeiros passos em Genealogia: como começar, onde pesquisar, recursos disponíveis e outras informações.

  • Apelidos de família: de onde vêm, como se formaram.

  • Índices de passaportes, bilhetes de identidade, inquirições de genere e outros.

30 de julho de 2017

30 de julho de 2017 por Genealogia Fb comentários
Colecção de assentos encontrados "aqui e ali" e que, pela sua invulgaridade, linguagem, ou simples nota de humor - ou ainda por abrirem uma janela para as mentes do passado - achamos por bem reunir. Outros mais se seguirão, na melhor oportunidade. (Clicar nas imagens para aumentar).


Era homem

«Luísa Paula que assim se apelidava e depois de sua morte se descobriu ser homem e não mulher como se inculcava o qual se chamaria Luís cujo sobrenome se ignora como também a sua naturalidade, assim como se casado ou solteiro cujo morava na viela das Liceiras do Mendes...»
Partilhado por Manuela Alves; Fonte: ADPRT, tif 471, 1828

O Mosquito

Digitalizado e preservado para a posteridade.
Partilhado por Sarah Geoffrey, sem indicação de fonte

Nascidos a 30 de Fevereiro

Partilhado por Luís Salreta e Lia F Sete, sem indicação de fonte

Manuel & Manuel

O cansaço e as distracções podiam dar no casamento de um Manuel Rebelo com um Manuel dos Santos...
Partilhado por João Naia da Silva, sem indicação de fonte

A ira do visitador

O pároco era muito trapalhão e negligente, ficando muitos assentos incompletos. O visitador percorreu o livro deixando os seus comentários mordazes por baixo de muitos assentos. Na primeira imagem pode ler-se «A 20 baptizou o mesmo padre a Maria» e logo por baixo a nota do visitador: «e pregar no deserto». Na imagem seguinte, «No mesmo dia baptizei a Simoa filha de» a que o visitador replicou escrevendo: «e malhar em ferro frio». O livro está repleto deste tipo de observações deste bem humorado visitador.
Partilhado por José Pessoa; livro misto 1604 - 1612 de Loreto, Lisboa, tif 179 e 90

Encontro com João de Deus

E a juvenil irreverência dos seus dezassete anos no termo de encerramento de um Livro de Casamentos de S. Bartolomeu de Messines (1677-1699)
«S. Bartolomeu de Messines 31 de Setembro de 1847. João de Deus de Nogueira Ramos.
Estudante de Latim, depois de haver estudado Direito na Universidade!!!!!
Vós oh olhos que por acaso vierem um dia a passar por aqui; lembrai-vos que sempre houve gente desvairada ... .
...aqui, além, acolá, depois de amanhã, logo, depois, até sempre...
Ah! ah!...ah!...ah!...»
Partilhado por Maria Isabel Frescata Montargil, Livro de Casamentos de S. Bartolomeu de Messines (1677-1699)

Feito com gosto, parido com dores

«... apareceu uma criança à porta de Manuel Fragoso da Rua de S. Miguel, embrulhado em uns panos velhos metido em uma cesta e trazia um escrito do teor seguinte = Este menino foi feito com gosto parido com dores criam-no os senhores vereadores foi em xeprado [ensopeado?] chama-se Bento José= e não se continha mais no dito escrito e foi baptizado solenemente em o mesmo dia...»
Partilhado por Manuela Castelão. Fonte: Livro de baptismos de Ovar de 1727- 1733, Tif 0296.

7 casamentos

«... baptizei solenemente um indivíduo do sexo masculino a quem dei o nome de Aniceto que nasceu nesta freguesia (...) filho legítimo primeiro deste nome e do sétimo matrimónio de Joaquim dos Santos Correia...»
Partilhado por Samuel Tomé, sem indicação de fonte.

Comida pelos lobos

«Em o primeiro dia do mês de Fevereiro de mil oitocentos e vinte e sete no Adro da Igreja de Carvide foi sepultado parte do corpo de Maria filha de Manuel Heleno e de Maria Joaquina de idade de doze anos morta e comida pelos lobos no pinhal Manço(?) guardando gado. Para constar fiz este assento que assino»
Partilhado por Carlos Franquinho, leitura de Madalena Campos. Fonte: Óbitos de Carvide, Leiria (não está online).

Uma de muitas mortes de parto

«Teresa Maria Lourença do lugar de Covas desta mesma freguesia, mulher que foi de António Rodrigues, faleceu aos vinte e cinco de Agosto do ano de mil e setecentos e sessenta e três, só com o sacramento da penitência, e este sub conditione, por se duvidar se estava ainda viva porém assegurar o cirurgião que não dava sinais de vida, e morrer de parto trazendo duas crianças, e lhe morrer uma na barriga que levou consigo para a sepultura, e a outra escapou, e se baptizou, e por esta razão não deu lugar a sua tão repentina morte, a se lhe acudir mais cedo, pela qual causa também não fez testamento...»
Partilhado por Belo Marques, sem indicação de fonte



Publicado em:

0 comentários:

Enviar um comentário

Biblioteca
Videoteca