Repositório de recursos e documentos com interesse para a Genealogia

Logo

  • Primeiros passos em Genealogia: como começar, onde pesquisar, recursos disponíveis e outras informações.

  • Apelidos de família: de onde vêm, como se formaram.

  • Índices de passaportes, bilhetes de identidade, inquirições de genere e outros.

9 de novembro de 2018

9 de novembro de 2018 por Manuela Alves comentários
O índice, que agora partilho, é apenas um instrumento de trabalho pessoal  para facilitar a consulta dos 12 livros há muito disponibilizados on line pela Biblioteca  Nacional, mas que só agora me resolvi explorar. Agradeço vivamente a correcção de erros meus  que encontrem,  através de mail para o correio do blogue,  afim de serem emendados para proveito de todos nós.

Pedatura Lusitana : nobiliário de familias de Portugal / Cristóvão Alão de Morais; pub. Alexandre António Pereira de Miranda Vasconcellos, António Augusto Ferreira da Cruz, Eugenio Eduardo Andrea da Cunha e Freitas.
 - Porto : Livr. Fernando Machado, 1943-1948

Do prefácio do  livro inicial desta edição, transcrevo estas palavras de apresentação:


PREFÁCIO

A tarefa que nos propomos levar a cabo, qual seja a de tornar conhecido de todos, através da presente edição, o celebrado manuscrito Pedatura Lusitana de autoria do Dr. Cristóvão Alão de Morais, com ser arrojada, como reconhecemos, não deixa também de oferecer um aspecto que se nos afigura louvável.

De feito, é esta a primeira vez que se tenta em Portugal a edição diplomática dum manuscrito genealógico, acompanhada das indispensáveis notas criticas, bem como de páginas com esclarecimentos e anotações.

«Pedatura é uma palavra derivada do grego (pais, paidós) que significa propriamente menino (cf. pedagogia) e por extensão, filho, donde Pedatura é um modo elegante de enunciar o tratado das filiações ou genealogias››.

Depois, sentimo-nos também na obrigação de algo dizer sobre as razões que nos levaram a escolher, entre tantas obras da especialidade escritas nos sécs. XVII e XVIII que foram, sem dúvida, os séculos por excelência da genealogia, em Portugal, o manuscrito do Dr. Cristóvão Alão de Morais, para base do nosso trabalho. 
Não sabemos de melhor e mais justa homenagem a prestar-lhe que o poder afirmar-se que ele foi, com escrever na época de seiscentos, um homem do nosso tempo, pelo conceito que tinha dos estudos genealógicos.
Escrita sem preocupações nobiliárquicas, a face de muitos documentos que o seu Autor compulsou -tarefa que lhe era facilitada pelo facto de lidar com os cartórios inerentes aos cargos por ele exercitados-livre das fantasias tão queridas dos seus contemporâneos, enriquecida com numerosas referencias de carácter pessoal, a consulta da Pedatura Lusitana e imprescindível a quem pretenda estudar famílias e fazer a história privada do Entre Vouga e Minho, e da maior utilidade para todos os que destes estudos se ocupam. Para completo esclarecimento do leitor, aqui se consigna que a edição da Pedatura é sujeita ao cotejo feito com a sua cópia impropriamente designada Sedatura Lusitana, assim chamada por mero erro do copista, que não prestou a devida atenção ao P florido, que tanto pode parecer um C como um S. 


Foi intenção dos autores desta edição reservar para os dois volumes finais de anotações e notas críticas um estudo biográfico do Dr. Cristóvão Alão de Morais e algumas linhas acerca da sua obra, mas esta intenção não foi concretizada nos 12 volumes digitalizados. Foram colocados  no pé da respectiva pagina, para facilidade de composição e consulta, as notas que no manuscrito aparecem à margem do texto. Sempre que qualquer nota ou esclarecimento forem da responsabilidade dos autores da edição é antecedida das iniciais N. E. Também não encontrei o anunciado índice geral de todas as abreviaturas que aparecem no texto, acompanhadas do respectivo desdobramento. 

O manuscrito reproduzido pertence à colecção da Biblioteca Pública Municipal do Porto.

Índice da Pedatura Lusitana - Cristóvão Alão de Morais 

Aconselho a leitura das erratas, cujo  índice coloquei no início do ficheiro, para maior visibilidade e para evitarem repetição de erros tipográficos.

Referências  bio-cronológicas dos originais 
Juiz de Fora dos Órfãos do Porto     1667 Tomo I
Juiz de Fora do Porto      1669  Tomo II
Juiz de Fora dos Órfãos do Porto 1670 Tomo III
Corregedor das Comarcas de Pinhel e Riba-Coa   1673 Tomo IV
Corregedor das Comarcas de Coimbra e Esgueira     1678 Tomo V
Corregedor das Comarcas de Coimbra e Esgueira      1690   Tomo VI  vol 1 O original não existe na BPMP
Juiz dos Órfãos do Porto  sem data  Tomo VI vol 2


Publicado em: ,

0 comentários:

Enviar um comentário

Biblioteca
Videoteca