Repositório de recursos e documentos com interesse para a Genealogia

Logo

  • Primeiros passos em Genealogia: como começar, onde pesquisar, recursos disponíveis e outras informações.

  • Apelidos de família: de onde vêm, como se formaram.

  • Índices de passaportes, bilhetes de identidade, inquirições de genere e outros.

26 de outubro de 2015

26 de outubro de 2015 por Manuela Alves comentários
«As principais funções dos Familiares estavam ligadas à máquina policial do Santo Ofício, cabendo-lhes executar as prisões de suspeitos de heresia, sequestrar os bens dos condenados, nos crimes em que coubesse confisco, e efectuar diligências a mando dos inquisidores. Havia ainda Familiares médicos, que examinavam os presos e avaliavam sua resistência à tortura.

No Arquivo Nacional da Torre do Tombo encontram-se os processos de habilitação dos Familiares do Santo Ofício português, incluindo os do Brasil. Esses processos incluíam diligências exaustivas sobre o sangue e a conduta do postulante, de sua esposa (caso a tivesse) e dos seus parentes até os avós. Um simples rumor apurado nessas diligências poderia prejudicar a habilitação, havendo casos de indeferimento por "sintoma de mulatice" em algum parente, ou por "nódoa de sangue judaico" na família. Os que passavam pela prova obtinham, além da familiatura, privilégios consideráveis, como a isenção de certos impostos, além do prestígio social - expresso na ostentação da medalha de Familiar - de ser alguém de confiança da Inquisição.»
in Wikipedia

O Dr. Jorge Hugo Pires de Lima, então Conservador no ANTT, publicou, em  datas que não tive ainda ensejo de averiguar,  na  Revista do Arquivo de Aveiro  ( public. trim.  1935 – 1976)  "O Distrito de Aveiro nas habilitações do Santo Ofício"  que agora se disponibiliza aqui em ficheiro PDF. São mais de 2000 registos, ordenados por ordem alfabética dos nomes próprios, onde constam a filiação e avoenga, além de outros dados de interesse genealógico. Não estão registados só os naturais do distrito de Aveiro, mas todos os que a ele estiveram ligados, por filiação, por casamento ou por funções que nele tenham exercido. 
O PDF é pesquisável: carregue nas teclas ctrl+f para abrir a caixa de pesquisa. Tecle lá o nome a procurar.
Uma última nota para chamar a atenção para o facto de freguesias do concelho de V.N.Gaia, do Distrito do Porto, terem pertencido ao Distrito de Aveiro.

Publicado pela primeira vez em 28.07. 2014

kwADAveiro
Publicado em: , ,

1 comentário:

  1. O seu a seu dono
    Só queria informar que fui eu Carlos Leal Machado a partir dos CD 1 e 2 publicados Arquvo do Distrito de Aveiro que converti as imagens em texto Word e converti em Pdf e como é meu propósito gosto de partilhar

    ResponderEliminar

Biblioteca
Videoteca