Repositório de recursos e documentos com interesse para a Genealogia

Logo

  • Primeiros passos em Genealogia: como começar, onde pesquisar, recursos disponíveis e outras informações.

  • Apelidos de família: de onde vêm, como se formaram.

  • Índices de passaportes, bilhetes de identidade, inquirições de genere e outros.

24 de outubro de 2015

24 de outubro de 2015 por Maria do Céu Barros comentários
A leitura dos registos paroquiais mais antigos não é fácil. Para além dos problemas frequentes inerentes ao estado das páginas e da tinta, assim como à péssima caligrafia de alguns párocos,  as abreviaturas, quando mal interpretadas, podem impedir a correcta identificação dos indivíduos. Há ainda inúmeras expressões arcaicas, outras em latim, que vamos encontrando e cujo significado nem sempre é evidente. 
Existem guias, como o que já aqui  publicamos ("Abreviaturas Paleográficas Portuguesas", de E. Borges Nunes), e listas muito úteis, como esta, publicada no blog Notas Soltas da História do Algarve, que abaixo se transcreve, e à qual vamos acrescentando mais termos, com a colaboração de António José Mendes, listando abreviaturas e expressões frequentemente encontrados nos paroquiais.




Abreviaturas

AbreviaturaSignificado
10bro / 10.broDezembro
7bro / 7.broSetembro
8bro / 8.broOutubro
9bro / 9.broNovembro
D.orDoutor
def.to / def.tadefunto / defunta
Dez.orDesembargador
FrFrei
L.doLicenciado
m.tomuito
P.ePadre
p.roprimeiro
R.doReverendo
tend.roTendeiro (profissão)

Abreviaturas de nomes e apelidos

Abreviatura Significado
A.o / Aff.oAfonso
Ag.º Agostinho
Alv.º / Allv.ºÁlvaro
Alves / Alvres / AlzÁlvares
An.tesAntunes
An.to / An.taAntónio / Antónia
Andr.eAndrade
Afonso
Aºseca Afonseca
Ar.ºAraújo
B.arBaltazar
B.eu / B.meu / Bart.oBartolomeu
B.orBelchior
C.na / C.ªCatarina
C.taCosta
Con.trasContreiras
D.asDomingas
D.esDomingues
D.oDiogo
D.os / D.asDomingos / Domingas
D.rteDuarte
DaºsecaDa Fonseca
DizDias
F.doFernando
Fg.do / Fig.doFigueiredo
Figr.aFigueira
Fon.ca Fonseca
Fr.ª / Ferr.ªFerreira
Fr.co / Fr.ca / Fran.co / Fran.caFrancisco / Francisca
Fr.doFernando
Fr.raFerreira
F.roFevereiro
Frz / FrizFernandes
G.ar Gaspar
G.º / Gon.coGonçalo
G.ro / G.raGuerreiro / Guerreira
Glz / GlizGonçalves
H.e Henrique
Ign.oInácio
J.mo / Hier.moJerónimo
Joaq.m / Joaq.na Joaquim / Joaquina
L.coLourenço
M.a Maria
M.ca /M.ça Mendonça
M.cas / Maz / MasMascarenhas
M.da / Marg.daMargarida
M.elManuel
Mad.raMadeira
Mag.daMadalena
Mag.es Magalhães
Marg.da / Mg.daMargarida
Mart.oMartinho
Mas.cas Mascarenhas
Mdz Mendes
Mg.lMiguel
Mir.daMiranda
MizMartins
Miz.ªMisericórdia
N.esNunes
Oliv.raOliveira
P.º Pero ou Pedro
P.raPereira
PizPires
R.oRodrigo
Rib.roRibeiro
Roiz / RizRodrigues
S.bam / Seb.amSebastião
Seq.ra / Siq.ra Sequeira
Sz.ª Sousa
V.ª Vila
V.a / V.ra / Vr.aVieira
V.e / V.teVicente
Vas.cos Vasconcelos
X.erXavier
xp.to / Jhü Xpõ / Xpão / XpaãosCristo / Jesus Cristo / Cristão / Cristãos 
Xp.vão / X.vao / Xp.am / Xpto.vamCristovão

Expressões

ExpressãoContextoSignificado
AlmocreveProfissãoO que anda com bestas de carga e transporte (Dicionário, 1848)
Assistente(...) natural e morador em Tavira, e agora assistente nesta dita freguesia de Quelfes (...) Assistente significa uma residência temporária ou que na altura em que a expressão foi utilizada, se previa ser de natureza temporária.
Assistente (...) assistente em casa de (...) Residência temporária, ou que na altura se pensava ser temporária, em casa de um familiar ou conhecido.
Banhos (...) recebi (...) por palavras de presente, antes de corridos os banhos, por virtude uma provisão do senhor doutor Lopo Soares de Castro, provisor sede vacante deste bispado, a Manuel Rodrigues Porto, viúvo, com Maria Leitão, viúva (...) [1634]Periodo em que é feita a publicação de editais nas igrejas dos nubentes, assim como nos locais onde estes tenham residido, anunciando publicamente o noivado, o qual se realizaria se não houvessem impedimentos. O não cumprimento desta formalidade exigia a dispensa pelo Provisor ou Vigário Geral do bispado.
Cerieiro ProfissãoPessoa que trabalha ou negoceia em cera
CordoeiroProfissãoO que faz cordas (Dicionário, 1848)
Cum facultate in scriptio superioris (...) tiveram as benções matrimoniais nesta Ermida de Nossa Senhora do Rosário de Olhão cum facultate in scriptio superioris (..) [1691]Com autorização superior por escrito. Neste caso, o casamento foi efectuado numa ermida da localidade de residência dos nubentes, em vez de ser efectuado na igreja paroquial da freguesia, o que requereu autorização do Provisor e/ou Vigário Geral do bispado.
Espúrio António, filho espúrio de Maria Álvares (...)Filho ilegítimo
EstanqueiroProfissãoPessoa que arrematou o estangue d'alguma mercadoria ou tem loja de tabaco. (Dicionário, 1848)
FeitorProfissãoAdministrador e negociador (de fazenda alheia, etc.), caseiro, rendeiro. (Dicionário, 1848)
Grave, gravidade"Pessoa grave" ;  "que sempre se trataram com gravidade"Gravidade - t. (termo) de moral: ar serio, decoro no gesto, nas palavras, no proceder. ( "Novo Diccionario da Lingua Portuguesa", de Francisco Solano Constancio, Paris, 1877)
MeirinhoProfissãoOficial de justiça, tinha como função executar prisões, citações, penhoras e mandatos judiciais.
Oficial de ImaginárioProfissãoEscultor de talha em madeira para fins religiosos (estátuas de santos, retábulos de altares, etc.).
SangradorProfissãoO que sangra por oficio (Dicionário, 1789)
Servo / Serva (...) Manuel de Brito, servo de Marcos de Brito casou com Inês Domingues, serva do dito Marcos de Brito (...) [1720]Escravo / Escrava
Subjecto / Subjecta(...) João de Brito, subjecto do Capitão Manuel de Sarrea Teles, e viúvo de Lúcia Raposo, subjecta do Capitão Garcia Palermo (...) [1711]Escravo, Escrava
Tempore prohibito (...) recebi por palavras de presente (...) a Vicente Lopes com Catarina Rodrigues, ambos solteiros, sendo tempore prohibito com licença do senhor provisor (...) [1673]Determinados periodos do calendário religioso (como por exemplo, a Quaresma ou o Advento) em que a celebração de casamentos exigia a dispensa pelo Provisor ou Vigário Geral do bispado.
Tempore prohibito cum facultate superioris(...) se receberam tempore prohibito cum facultate superioris por palavras de presente in faccie ecclesiae (...) [1691]O mesmo que tempore prohibito, indicando que foi obtida dispensa superior para que o casamento fosse efectuado.
Tendeiro ProfissãoO que tem tenda e vende nela (Dicionário, 1789).

Mais expressões:

À estação da missa 
Momento da celebração durante o qual se prestava informação de interesse geral, liam-se decretos, assuntos relacionados com as visitas pastorais, recitava-se doutrina, etc., e onde também, por vezes, se realizavam casamentos.
Exemplos:
"e foram recebidos por mim nesta igreja à estaçam"
"e também me constou do Reverendo Vigário todos os domingos a dava por pública excomungada na estação que fazia a seus fregueses."

Baptismo sob condição, sub conditione
O Baptismo "sub conditione" era efectuado pelo pároco em duas circunstâncias:
a) quando o presbítero desconhecia se a criança já havia sido baptizada (situação que se verificava nas crianças expostas)
b) quando a criança havia sido baptizada (normalmente pela parteira) por se encontrar em perigo de morte e o pároco tinha dúvidas sobre a validade do Baptismo, designadamente se haviam sido cumpridos os procedimentos canónicos daquele Sacramento.
Nos casos de crianças em perigo de morte, o Baptismo podia ser celebrado com um rito breve, reduzido ao essencial, fórmula e infusão com água, podendo administrá-lo “qualquer pessoa que tenha a devida intenção”.
O Código de Direito Canónico estipula que a forma do baptismo sob condição seja usada quando há dúvida sobre a realização do baptismo ou da sua validade:
Cânon 845 § 1. Os sacramentos do baptismo, confirmação e ordem, já que imprimem carácter, não podem ser repetidos.
§ 2. Depois de feita diligente investigação, permanecendo dúvida prudente se os sacramentos mencionados no § 1 foram recebidos de facto, ou se o foram validamente, sejam conferidos sob condição.
Cânon 868 § 2. Em perigo de morte, a criança filha de pais católicos, e mesmo não-católicos, é licitamente baptizada mesmo contra a vontade dos pais.
Cânon 869 § 1. Havendo dúvida se alguém foi baptizado ou se o baptismo foi conferido validamente, e a dúvida permanece depois de séria investigação, o baptismo lhe seja conferido sob condição.
(por Nuno Barbosa de Madureira)

Beneficiado
Padre que goza de Benefício, ou seja tem uma "tença" instituída por algum benfeitor.

Grande Diccionario Portuguez, ou Thesouro da Lingua Portugueza,
Frei Domingos Vieira, Porto, 1871, Vol 1, pág. 756, 
disponível na Internet

Amenta ou Ementa
1 - Reza por um defunto.
2 - O que se paga ao padre pelas preces, em dia de finados.
Exemplo num registo de óbito: "amenta annual e carneiro 1600r"

Postiço
Exposto; que foi adoptado; adoptivo; criança abandonada, desamparada; enjeitada

Enxupiado, enxopiado, enxofrado -ver Ensopear
Exemplo: foi enxupiado em casa for fulano/fulana
BTH - Entrada dos engeytados da Villa de Guimarães e seu termo desde 1745 a 1830

Ensopear
Mergulhar parcialmente, correspondendo ao baptismo por imersão. 
Adaptado de “Constituições do Arcebispado de Braga”, Tít. 1, Constit. 4ª, Lisboa, 1538: 
Quando uma criança foi baptizada em casa, por estar em perigo de vida, cessando o dito perigo, será a dita criatura levada à igreja paroquial, onde o sacerdote se informará do modo que se teve no dito baptismo. E se achar que tudo se fez devidamente, lhe fará os exorcismos acostumados, e lhe porá o óleo e a crisma.
Defendemos estreitamente que nenhum sacerdote baptize a criatura senão por imersão, imergindo-a uma só vez na água, a qual fará dizendo juntamente as palavras do baptismo, excepto em 4 casos, nos quais se fará a aspersão: no primeiro, quando for a pessoa adulta e crescida; no segundo se, verosivelmente, a criatura corresse, por se meter debaixo da água, notável dano por sua enfermidade, porque então bastará lançar-lhe alguma água na cabeça descoberta ou no rosto; no terceiro, quando a criatura não pode sair do ventre da mãe, senão a cabeça ou algum outro membro, que, em tal caso, se deve fazer o baptismo no membro que aparece, por aspersão; no quarto, quando, em caso de necessidade, se não pode ter tanta água que baste para fazer a imersão. 




Originalmente publicado em 26/1/2015
Publicado em:

5 comentários:

  1. Jhü Xpõ , adicionando tambem Xpão

    ResponderEliminar
  2. um = huü * exemplo - a cada huü lhe calhou de acordo com a sorte
    Pode ser transportado para nenhum =nhuü

    ResponderEliminar
  3. Em relacao a Jesus Cristo, a origem deve estar relacionada com o grego Ἰησοῦς Χριστό , e a liturgia ritual da altura.

    ResponderEliminar
  4. Caro Ras B, obrigada pelo seu contributo. As sugestões foram adicionadas na tabela acima.

    ResponderEliminar

Biblioteca
Videoteca