Repositório de recursos e documentos com interesse para a Genealogia

Logo

  • Primeiros passos em Genealogia: como começar, onde pesquisar, recursos disponíveis e outras informações.

  • Apelidos de família: de onde vêm, como se formaram.

  • Índices de passaportes, bilhetes de identidade, inquirições de genere e outros.

29 de agosto de 2016

29 de agosto de 2016 por Maria do Céu Barros comentários
De acordo com o princípio que norteou a criação deste blog, publicamos aqui alguns trabalhos elaborados por colaboradores para seu uso próprio e que, generosamente, decidiram partilhar. Trata-se de índices de baptismos, casamentos ou óbitos, de algumas localidades, muito úteis para quem pesquisa nessas zonas.
Agradecemos ao Ricardo Venâncio, autor dos índices de casamentos de Almodôvar, e ao João Nunes pelos índices da baptismos de Corte de Pinto.

Perspectiva da cidade de Beja, por Francisco de Paula Graça - 1850 (fonte)



Concelho
Freguesia
Registos
Datas/Índice
Actualizado
Almodôvar
Almodôvar
Casamentos 30/5/2016
Completo
Completo
Completo
Mértola
Corte do Pinto
Baptismos Completos





kwADBeja
Originalmente publicado em 30/5/2016
por Maria do Céu Barros comentários
De acordo com o princípio que norteou a criação deste blog, publicam-se aqui Índices de baptismos, casamentos ou óbitos, do distrito de Viseu, muito úteis para quem pesquisa nessas zonas. Abrimos este distrito com alguns índices de baptismos da freguesia de S. Cristóvão de Nogueira, Cinfães, elaborado por Cândida Vasconcelos Ferraz, que generosamente aqui os partilha. Os nossos agradecimentos também à Isabel Andrade pelo índice de Almacave.



Dica: Clique no nome do livro para o abrir; clique na data para abrir o índice excel
Concelho
Freguesia
Registos
Livro
Datas/Excel
Actualizado
Cinfães S. Cristóvão de Nogueira
BaptismosVários1907 a 191107/01/2016
Lamego Almacave Casamentos 1732 a 1770 29/08/2016


kwADViseu

5 de agosto de 2016

5 de agosto de 2016 por Maria do Céu Barros comentários
Para ajudar no cálculo e demonstração de graus de parentesco, que por vezes aparecem mencionados nos registos de casamento, fizemos uma tabela numa folha Excel que aqui partilhamos.



As instruções são simples: substituir os N pelos nomes dos contraentes, avós, bisavós e trisavós. A folha já vai formatada para impressão, caso desejem imprimir.

Clique aqui para aceder ao ficheiro.

4 de agosto de 2016

4 de agosto de 2016 por Genealogia Fb comentários
De acordo com o princípio que norteou a criação deste blog, publicamos aqui trabalhos, alguns elaborados por nós, outros por colaboradores que generosamente decidiram partilhar. Trata-se de índices de baptismos, casamentos ou óbitos, de algumas localidades, muito úteis para quem pesquisa nessas zonas.
Agradecemos ao Joaquim Martins o índice de casamentos de Calendário, V. N. de Famalicão.

Rua Nova de Sousa e Porta Nova, Braga

Dica: Clique no nome do livro para o abrir; clique na data para abrir o índice excel
Concelho
Freguesia
Registos
Livro
Datas/Excel
Actualizado
Amares
Santa Marta de Bouro
BaptismosLivro 9 1749 a 1750Completo
Braga
Sequeira
BaptismosMisto nº. 907 1575 a 1651Completo
CasamentosMisto nº. 907 1594 a 1651Completo
ÓbitosMisto nº. 907 1587 a 1651Completo
Guimarães
Infantas
CasamentosLivro P-467
Livro P-468
1628 a 1655
1657 a 1729
Completo
Completo
Sande - S. Clemente
Casamentos Livro P-682 1631 a 1714Completo
Póvoa de Lanhoso
Ajude
Óbitos
1752 a 1811
1811 a 1859
1908 a 1911
Completo
Completo
Completo
Famalicão
Calendário
Casamentos
1631 a 1911 Novo, em actualização
Vila Verde
Prado
(São Miguel)
Baptismos Livro 496
Livro 496A1
Livro 497
1622 a 1645
1647 a 1656
1669 a 1678
Completo
Completo
Completo
Casamentos Livro 496
Livro 496A1
Livro 497
1622 a 1644
1645 a 1653
1669 a 1678
Completo
Completo
Completo
Óbitos Livro 496
Livro 496A1
Livro 497
1622 a 1645
1645 a 1656
1669 a 1677
Completo
Completo
Completo

1 - Livro não está online


Originalmente publicado em 22/4/2015
kwADBraga

18 de julho de 2016

18 de julho de 2016 por Maria do Céu Barros comentários
Registo de doentes que deram entrada no Hospital de Jesus Cristo, em Santarém, entre 1858 e 1968, documento pdf onde é possível pesquisar nomes, com um agradecimento à Sarah Geoffrey que nos alertou para a existência deste documento.

kwADSantarém

12 de julho de 2016

12 de julho de 2016 por Maria do Céu Barros comentários
De acordo com o princípio que norteou a criação deste blog, publicamos aqui alguns trabalhos elaborados por colaboradores para seu uso próprio e que, generosamente, decidiram partilhar. Trata-se de índices de crismas, baptismos, casamentos ou óbitos, de algumas localidades, muito úteis para quem pesquisa nessas zonas.
O nosso agradecimento à Eva Marques que disponibilizou os seus índices de Gondomar e Vila Nova de Gaia, a José António Reis pelos índices de Marco de Canaveses, a Álvaro Holstein e Marcelina Gama Leandro pelos índices de Santo Ildefonso, a Joaquim Martins pelo índice de Santa Marinha.




Concelho  Freguesia Registos Datas
 Gondomar  Covelo  Óbitos Adultos  1901 - 01/1911
 Foz do Sousa  Óbitos Adultos  1901 - 1911
 Marco de Canaveses  Alpendurada  Crismas  23-2-1588
 Ariz  Crismas  26-6-1677
 Penhalonga  Crismas  1-11-1592
 Sande  Baptismos  M1 - 1588 a 1683
 Baptismos  M2 - 1683 a 1710
 Baptismos  M3 - 1710 a 1729
 Crismas  2-11-1592
 Crismas  11/11/1620
 Crismas  15/10/1606
 Porto Sto Ildefonso  Baptismos  1840 - 1849
 Casamentos  1850 - 1859
Lordelo do Ouro Baptismos, Casamentos, Crismas e Óbitos (BD)  1590-1750
 Vila do Conde   S. João Baptista  Baptismos  1535 - 1551
 Óbitos  1595 - 1637
 Óbitos  1638 - 1640
 Vila Nova de Gaia Vilar do Paraíso  Óbitos Adultos  1903 - 03/1911
Santa Marinha  Casamentos  1604 -1902
(em actualização)

Originalmente publicado em 10/10/2014

kwADPorto

15 de junho de 2016

15 de junho de 2016 por Paula Peixoto comentários
De acordo com o princípio que norteou a criação deste blog, publicamos aqui alguns trabalhos elaborados por colaboradores para seu uso próprio e que, generosamente, decidiram partilhar. Trata-se de índices de baptismos, casamentos ou óbitos, de algumas localidades, muito úteis para quem pesquisa nessas zonas.


Concelho
Freguesia
Registos
Datas/Índice
Actualizado
Vinhais
Rebordelo
Baptismos
Casamentos
Publicados na página Rebordelo.net (1)



(1) - Na página encontram ainda um índice de todos os livros existentes da paróquia de Rebordelo, dos quais os seguintes não estão nos arquivos:
As imagens destes livros podem ser descarregadas directamente da página seguindo as ligações acima. Para esse efeito, pode ser utilizada a macro (iMacros) para download de imagens a partir de uma lista de links, a qual permite a agilização da transferência para o computador.

Nota: Não encontramos o nome do autor da página rebordelo.net, onde se publica  ainda outra documentação com interesse, mas aqui fica o nosso agradecimento pela partilha online deste excelente trabalho.

kwADBragança
por Maria do Céu Barros comentários
Por vezes temos acesso a listas de links para imagens que queremos guardar, como no exemplo da imagem. Fazer isto manualmente exige algum tempo, mas podemos usar ferramentas disponíveis para agilizar a tarefa.


Se tem o iMacros instalado no Firefox, pode usar uma macro que permita fazer o download de todas as imagens, facilitando a visualização, que pode, assim, ser realizada offline. Para esse efeito criamos uma que pode descarregar clicando no botão abaixo.



Instalação:
Guardar a macro na mesma pasta onde tem o iMacros, normalmente será em Documentos\iMacros\Macros. A nova macro aparecerá na lista de macros do Firefox. A execução é idêntica à das outras macros: tecle o número de imagens na caixa "Max" e carregue no botão "Usar (loop)". As imagens serão guardadas na pasta Downloads dentro do directório do iMacros (normalmente em Documentos\iMacros\Downloads)



Se não tem o iMacros instalado, encontra toda a informação que necessita em Macros para os livros paroquiais

7 de junho de 2016

7 de junho de 2016 por Paula Peixoto comentários
Processos do expediente do Governo Civil contendo diversos documentos apresentados por requerentes, no intuito de obterem passaporte.
Quase todos os processos com representação digital
in Arquivo Distrital de Beja

Fonte: http://postaisportugal.canalblog.com/



PROCESSOS PASSAPORTE
GOVERNO CIVIL BEJA
DATAS     ÍNDICE    
02-09-1882 a 25-11-1938 EXCEL
kwADBeja

3 de junho de 2016

3 de junho de 2016 por Manuela Alves comentários
Hernâni Maia, aproveitando algum material antigo, complementou-o com a aturada tarefa de, durante muitos meses, coligir e organizar informação, construindo uma BASE DE DADOS para a freguesia de LORDELO DO OURO (PORTO), semelhante à que construiu para Sedielos e que partilhou com este blog.

Detalhe da Planta Geográfica da Barra da Cidade do Porto, de Teodoro de Sousa Maldonado. Do lado direito, a capela de Santa Catarina de Lordelo do Ouro.

Com a elevada qualidade a que nos habituou, registou e organizou toda a informação contida nos três primeiros livros paroquias, cobrindo assim o período compreendido entre 1590 e 1750 aproximadamente.

Para além da indexação dos registos, o autor faz também a reconstituição das famílias, disponibilizando os nove volumes que constituem este excelente trabalho. Cada um deles tem uma introdução onde se encontra informação detalhada sobre os dados nele constantes.

Trata-se de uma versão “beta”, pelo que é possível que venha a ser necessário proceder a correcções.

Volume Título Descrição Actualizado
1
BD-LO Base de dados principal
2
BD-LO A1 Base de dados auxiliar 1
3
BD-LO A2 Base de dados auxiliar 2
4
BD-LO A3Base de dados auxiliar 3
5
BD-LO A4Base de dados auxiliar 4
6
BD-LO B Baptismos
7
BD-LO C Crismas
8
BD-LO M Matrimónios
9
BD-LO O Óbitos

O autor agradece todas e quaisquer achegas que lhe permitam preparar uma melhor versão para substituição desta.

kwAdPorto

13 de maio de 2016

13 de maio de 2016 por Maria do Céu Barros comentários
ACTUALIZAÇÂO: adicionada a nova versão do Archeevo GetLinks, agora adaptado também para o novo Archeevo e para o FamilySearch. As novas versões corrigem alguns problemas detectados.
Última versão Maio 2016.



Para quem procura uma alternativa ao iMacros para fazer o download de imagens de arquivos, apresentamos duas ferramentas Java - uma para o Archeevo e outra para o Digitarq -, desenvolvidas por Carlos Leite que as disponibilizou para download.

IMPORTANTE
Para executar estas aplicações é necessário ter o Java Runtime Environment (JRE) instalado no computador. Convém ter sempre a última versão instalada.

Windows:
Para instalar o JRE, ou a sua versão mais recente, entrar em http://java.com/pt_BR/ e seguir as instruções na página (se tiver um bloqueador de popups pode ser necessário permitir os popups para o site java.com).
MAC:
A versão do Java instalada deve ser a 7 ou superior. Se obtém um erro ao executar a aplicação, ou se esta não iniciar, deve actualizar a versão do Java. Veja aqui como fazê-lo no Mac.

NB: a actualização do JRE não funciona no Chrome. Utilize o Firefox ou o Internet Explorer.

Depois de completo esse passo, baixar os arquivos seguintes:



Digitarq GetLinks, versão 1.01


Para descarregar livros dos arquivos tutelados pela DGLAB, tais como: o Arquivo Distrital de Aveiro, Beja, Bragança, Porto, Torre do Tombo, etc.

Archeevo Get Links, versão 1.03

Para livros de arquivos no sistema Archeevo, Iviewer (Arquivo Distrital de Vila Real), Centro de Conhecimento dos Açores, Arquivo Regional da Madeira, FamilySearch.




Instruções

Ambos os Zip contêm um ficheiro de instruções, mas deixamos aqui alguns passos básicos.

1) Extrair tudo o que está dentro dos ficheiros zip para um local à sua escolha (por exemplo, para o Ambiente de Trabalho). Será criada uma pasta Digitarq e outra Archeevo, nessa localização.
2) Executar o ficheiro Archeevo.jar ou o ficheiro DigitarqDownload.jar, que se encontram dentro dessas pastas, dependendo do arquivo que vai consultar.


Modo de Utilização do Digitarq Get Links 


Antes de efectuar o download das imagens deverá seleccionar a pasta de destino, onde deseja guardar as imagens, através do menu Opções.


1: Para descarregar um livro:
(1) colar o link do livro na caixa de texto (também pode usar o botão Colar URL)
(2) carregar no botão Navegar.
(3) clicar no botão Download para activar o download (de OFF passará para ON)



2: Assim que aparecer a tab "Imagens a Processar" e o botão Go estiver activado, deve carregar no referido botão (4), de modo a iniciar o processo de obtenção dos links.

No separador Imagens pode ver o progresso dos downloads.

3: O processo de obtenção dos links inicia e poderá demorar de alguns minutos até um par horas dependendo o tamanho do livro.
Este processo pode ser interrompido carregando no botão Parar.

Se fechar a aplicação os links são preservados. Pode retomar onde parou bastando carregar novamente o livro com o botão Navegar e depois seleccionar a página desejada na tab "Browser".

4: Assim que terminar o download poderá abrir uma imagem através de duplo click na grelha.
As imagens ficam guardadas na pasta que indicou no menu Opções.





Modo de Utilização do Archeevo GetLinks 




No sistema Archeevo

O sistema Archevo existe em duas versões. A mais recente, usada, por exemplo, pelo AMAP, Arquivo Diocesano de Lamego, entre outros, permite o download de livros inteiros num só clique. A versão mais antiga, usada, por exemplo, pelo ADB, não tem esta opção.

Principais diferenças entre as duas versões do Archeevo (clique na imagem para aumentar)

A nova versão do GetLinks vem já adaptada para o Archeevo novo, para além de continuar a funcionar no antigo. Outra grande inovação é a utilização da interface do tombo.pt para apresentar a lista de livros de uma paróquia, onde poderá, comodamente, seleccionar os que lhe interessam. 

1: Defina a pasta onde quer guardar as imagens, no menu Opções/Opções. Para o Archeevo novo, o GetLinks cria uma estrutura de pastas, bem organizada, pelo que, nesse caso, apenas precisa de especificar a pasta raiz.


2: Ainda em Opções, desmarque a opção "Carregar com Zip", caso deseje descarregar livros do Archeevo novo, imagem a imagem, em vez de ficheiros zip. Esta opção não tem qualquer efeito no Archeevo antigo, uma vez que esse não oferece a opção para descarregamento de livros inteiros.

3: No tombo.pt navegue até à paróquia que lhe interessa, à página onde estão listados os livros, por exemplo http://tombo.pt/f/faf26, e copie o link.

4: No GetLinks, cole esse link na caixa de pesquisa e pressione o botão Go. Assegure-se que o botão Download está ON.

5: Na caixa de diálogo que surge, aguarde até aparecer a árvore com todos os livros. Seleccione os que lhe interessam e, de seguida clique no botão Iniciar. Logo que o processo termine, o download será iniciado. Se ainda tinha o botão download em OFF, coloque-o em ON.

Nota: Caso surja uma mensagem de erro, verifique se colou o link correcto.

Após terminado o download, as imagens estarão guardadas na pasta definida em Opções. Neste caso, a pasta definida foi Fafe. O GetLinks criou as restantes (salientadas a amarelo na imagem seguinte).


Se o arquivo estiver a usar a versão nova do Archeevo, cada livro será descarregado num ficheiro zip (pode alterar isto no menu Opções, conforme descrito no ponto 2).







NOTA: No Archeevo novo, para os livros de grandes dimensões, por vezes o sistema demora imenso tempo a gerar o ficheiro zip, chegando mesmo a bloquear. Caso isto ocorra, pode alterar o tipo de carregamento em Opções, como descrito no ponto 2, para fazer o download imagem a imagem, em vez de zip.

No FamilySearch

O funcionamento é idêntico ao descrito acima. Abra a página do FamilySearch onde estão os livros que quer descarregar, por exemplo, esta, copie e cole o link no GetLinks e pressione o botão Go. Siga os passos indicados acima.

Para o Iviewer (Arquivo Distrital de Vila Real), Centro de Conhecimento dos Açores, Arquivo Regional da Madeira, o procedimento também é idêntico.


Funcionamento no MAC


O GetLinks também funciona em Mac. Basta efectuar duplo click nos ficheiros jar, tal como no windows. 

Archeevo GetLinks no Mac
Digitarq GetLinks no Mac

Possíveis problemas:

1: Caso não consiga obter os links do livro desejado:
 - Poderá haver uma falha na rede ou o servidor do arquivo estar em baixo. Abra o url do livro no seu browser e certifique-se que consegue visualizar o livro pretendido.

2: Caso não consiga efectuar o download das imagens:
 - Poderá estar definida uma pasta de download que não existe ou foi apagada, corrija a situação no menu Opções.
 - Poderá não ter permissões de escrita para a pasta de download.

4: Outros problemas que possam surgir poderão ser comunicados ao autor, cujo email se encontra no ficheiro de instruções incluído no download.


Originalmente publicado em 1/4/2015

12 de maio de 2016

12 de maio de 2016 por Paula Peixoto comentários
Homens e Navios do bacalhau.



Arquivo digital de fichas de marítimos que se matricularam para campanhas bacalhoeiras desde o início do século XX
Link Arquivo - http://mmi.t-t.pt/



kwADAveiro





11 de maio de 2016

11 de maio de 2016 por Maria do Céu Barros comentários
De acordo com o princípio que norteou a criação deste blog, publicamos aqui alguns trabalhos elaborados por colaboradores para seu uso próprio e que, generosamente, decidiram partilhar. Trata-se de índices de baptismos, casamentos ou óbitos, de algumas localidades, muito úteis para quem pesquisa nessas zonas.

O nosso muito obrigada à Vânia Viegas, Pedro Naia e ao Luís Salreta pela partilha dos seus índices.



Concelho
Freguesia
Registos
Datas
Aljezur Aljezur Óbitos 1860
Bordeira Casamentos 1743 a 1803
Monchique Marmelete Óbitos  1802 a 1817
1833 a 1851
1851 a 1865
1886
1888
1891 a 1896
1898 a 1901
1903 a 1905
Baptismos  1847 a 1851 : 
Casamentos 1842 a 1857
Olhão Fuseta Casamentos 1784 a 1905 (completo)
Portimão Alvor Casamentos 1900 a 1905 
Vila do Bispo Budens Baptismos 1890 a 1905 



Originalmente publicado em 12/2/2015
kwADFaro

10 de maio de 2016

10 de maio de 2016 por Maria do Céu Barros comentários

Colecção de assentos encontrados "aqui e ali" e que, pela sua invulgaridade, linguagem, ou simples nota de humor - ou ainda por abrirem uma janela para as mentes do passado - achamos por bem reunir. Outros mais se seguirão, na melhor oportunidade. (Clicar nas imagens para aumentar).


Nº. 7

Visionários - Guarda

Padres do distrito da Guarda, bem à frente do seu tempo, já usavam emojis. Úteis, sobretudo, quando não se lembravam do nome da criança.
- partilhado por Rui Rocha, 21/12/2015, sem indicação da fonte

Casar, a bem ou a mal - S. Salvador de Castelões, 6/12/1710

«.. ele dito António Ferreira por não querer receber à sobredita Ana de Magalhães andou declarado por público excomungado e esteve preso no aljube do Porto e de lá se foram receber ambos na Sé da cidade do Porto conforme consta de um recurso que me apresentou cujo traslado de verbo ad verbum é o seguinte: O Doutor Diogo Marques Mourato provisor e vigário geral neste Bispado do Porto pelo Ilustríssimo Senhor Bispo governador das justiças e Armas ... mandou à igreja e ofícios divinos a António Ferreira seu freguês porquanto está recebido em face da igreja da Sé desta cidade com Ana de Magalhães da dita freguesia a qual o fez prender e meter no aljube, por não querer dar cumprimento às promessas de casamento por cuja causa o fez declarar de que já está absolvido pelo Reverendo Pároco desta Sé, e pagou as rebeldias que devia do tempo em que foi declarado, e se juntou aos autos a certidão de recebimento que se fez aos sobreditos para assim constar e se não proceder contra o suplicante se passou a presente...»
- partilhado por Victor Ferreira 1/12/2015, sem indicação de fonte


Assinaturas -  Venade, 1579

Alguns exemplos de assinaturas de quem não sabia ler nem escrever.
- Partilhado por Nunes Beirão, 22/11/2015 - Casamentos, 1565-1620, tif 16

Enterração em vida - Caldelas, Guimarães, 16/3/1605

«Aos 16 dias de Março de 1605 anos Maria Gonçalves do Carregal estando viva, sã e valente mandou fazer sua enterração com dez padres com suas missas e o ofício e o ofertório.»
Na margem: "viva, tem cumprido"
- Partilhado por MC Barros, 27/10/2015, AMAP P-158

Não queria ser dado por pai - 1789, Ferreiros de Tendais, Cinfães

Assento de baptismo, acompanhado de uma declaração do padre, a qual não é autorizada, "sem ordem nossa" a constar de certidão.

«... baptizou solenemente, e pôs os Santos óleos a Maria filha de Ana solteira do lugar da Aldeia desta freguesia, neta, digo, e de José Martins solteiro do mesmo lugar (...).

[=Sem ordem nossa ... certidão desta declaração ]

Declaro por escrúpulo de ... e a impulso de caridade, que eu declarei por pai da sobredita criança a José Martins, chamado o Alferes de Aldeia, não obstante vir-me maliciosamente pedir o não pusesse por pai, porque é certo, público, e sem a menor dúvida, que ele é o pai da dita criança: e devo certificar e certifico com juramento in verbo sacerdotis que este homem há muitos anos anda amancebado com a dita Ana mãe da menina, de que faz menção o assento supra; tida, e manteúda, em uma casa e rua quase pegada à casa em que ele habita. Esta mancebia é notória, e escandalosíssima em toda a freguesia e sem ser bastante para os emendar toda a muita pastoral vigilância e apostólico zelo; porque com inaudita incorrigibilidade tem sempre iludido as muitas visitações e repreensões. Tem tido da dita amiga quatro filhas: a primeira chamada Ana Joaquina que ela pariu no Porto conduzida por ele; e pôs a criar na Roda, dando por sinal com o maior atrevimento o meu sobrenome. A segunda chamada Joaquina, pariu ela no lugar da Aldeia, em que habita; mas ele a levou furtivamente a baptizar na freguesia de Oliveira do Douro, e a pôs a criar em Paredes em casa de Manuel da Mouta. A terceira chamada Maria nasceu também em Aldeia mas ele a levou para Aregos a baptizar, e criar. A quarta é a dita que faz menção o assento supra. Tudo o que acabo de escrever não padece a menor dúvida. Ferreiros, 18 de Abril de 1789.
O Abade Bento Pinheiro da Costa»
- Partilhado por António José Mendes, 15/8/2015, Mistos 1775-1803, tif  98/99

Nem sangue nem criação - S. Simão de Azeitão, 1681

«Aos nove do mês de Março me despachou o Príncipe por Prior da Vila de Grândola; e no mesmo ano larguei esta Igreja de S. Simão com grande gosto por me livrar dos vilões desta freguesia onde o sangue é pouco, e a criação nenhuma; e suposto não haja terra que não tenha bem, e mau, esta nada tem bem como os meus sucessores experimentarão. O Doutor Baltazar Correia Pinto»

(Recorde-se que bem perto havia diversos palácios de gente nobre, mas especialmente na paróquia vizinha, de S. Lourenço. Esta diferença de fregueses deve ter ocasionado tal azedume).

Segue-se o comentário do visitador:
«Este Doutor ... pudera escusar de fazer este assento e lhe advertir que os párocos não hão-de desonrar os fregueses porquanto além de ser crime da visita, é contra a caridade e contra a cortesia que os párocos devem guardar a seus fregueses e assim como eu me escandalizei o podem fazer fazer todos os que virem este assento. S. Simão 18 de Maio de 1682. O Padre P. Rodrigues Grilo»
- Partilhado por Maria Isabel Frescata Montargil e Luís Pascoal, ADSTB, Casamentos 1678-1723, tif  6

Tanto latim e no fim... Poenitentiae*- Ferreiros de Tendais, Cinfães, 1790

«Aos treze dias do mês de Maio de mil setecentos e noventa depois de serem denunciados nesta Matriz de São Pedro de Ferreiros de Tendais, Bispado de Lamego, inter Missarum Solemnia, et in tribus diebus festivis continuis, segundo a determinação do Tridentino, e Pastorais Diocesanas, sem algum impedimento, e certificado do consentimento dos que o deviam dar, se receberam in facie Ecclesia, e na minha presença por palavras de presente, por marido, e mulher este assento não se acabou, porque estando para se receberem, arrependeram-se.»
- Partilhado por António José Mendes, 24/6/2015,  Mistos 1775-1803, tif  493

*Arrependimento


Na dúvida, é dos dois - Melres, 1691

«Pedro filho de Catarina Martins viúva (...) e ela dita Catarina Martins disse que tivera cópula com Domingos de Moura da mesma freguesia e com Pantaleão João (...).»
Averbado: «Eu o Padre Estevão Moreira cura desta freguesia declaro que neste assento Catarina Martins viúva não deu a seu filho Pedro pai determinadamente porque teve ajuntamento com dois homens como consta do assento, e como foi quase no mesmo tempo disse que não sabia de qual deles concebera mas que lhe parecia ser de Domingos de Moura.»
- Partilhado por Madalena Campos, 27/1/2016, ADPRT,  Misto nº. 2 1660-1695, tif 539

Sem papas na língua, Mortágua, 1835

«Aos vinte e nove dias do mês de Março de mil oitocentos e trinta e cinco baptizei solenemente e pus os Santos Óleos a João filho de outro filho da puta e de Maria Brêda do lugar do Freixo desta freguesia. Neto paterno de Tomásia Maria e de avô incógnito ...»
- Partilhado por Cristina Martins Valente, 21/3/2016, ADVIS Baptismos 1830-1849, tif 23

Isaac Newton, Cedofeita, Porto, 1864

«... Francisco que nasceu nesta freguesia de Cedofeita (...) filho legítimo primeiro do nome de Isaac Newton de profissão caixeiro guarda-livros e de Dona Ana Emília Newton (...) neto paterno de Isaac Newton e de Dona Maria Ludovina de Aguilar Newton...»
- Partilhado por Cristina Martins Valente, 6/4/2016, ADPRT Baptismos 1864



por Maria do Céu Barros comentários
As habilitações de genere destinavam-se à averiguação da legitimidade do requerente e da vivência dos ascendentes segundo os princípios da religião católica, da ocorrência da prática de crimes de lesa magestade, divina ou humana, da incorrência em infâmia pública ou em pena vil. A habilitação de genere era condição para o requerimento da prima tonsura. Os processos corriam perante o ordinário, ou perante o seu provisor e, ou vigário geral, ou perante um desembargador da Relação Eclesiástica como juiz especial (de genere), pelo arcebispo ou pelo cabido sede vacante.

Padre João Cardim, gravura a buril, Séc. XVII? -  Tesouros Sarmentinos - Soc. Martins Sarmento

As habilitações de genere são posteriores ao Breve "Dudum charissimi in Christo" do papa Xisto V, de 25 de Janeiro de 1588, que proibia o provimento do benefício em pessoas com ascendência de cristãos novos.

Existe um índice antroponímico dos documentos dos primeiros três maços das habilitações de genere, na obra  "Cartório da Câmara Eclesiástica de Lisboa: habilitações de genere", Lisboa: Biblioteca Nacional, 1933. (Subsídios para a investigação histórica em Portugal), Tom. 1: 274 p.
Fonte Antt

A documentação existente no ANTT encontra-se descrita na respectiva página, porém apenas uma minoria está tratada arquivisticamente. O índice excel que aqui se publica contém apenas os documentos em cuja descrição se encontram referência a nomes de habilitandos, seus pais e outros, até esta data. Nove destes documentos encontram-se digitalizados e disponíveis para consulta online.



KwADLisboa
Biblioteca
Videoteca